• Galeria Pio X, Portão 8 / Sala 223 / 2° andar - Centro - Juiz de Fora - MG - Cep: 36010-240
  • (32) 3215-1355 / (32) 3216-5781

Nossa história


Biografia De Arthur Vieira 

 



 

         Arthur Vieira, nascido em 15 de agosto de 1892, no Rio de Janeiro, era descendente de imigrantes portugueses. Ainda na adolescência Arthur perdeu os quatro irmãos, tornando-se filho único de Albina Vieira e Antônio Francisco Vieira Victor, que já trabalhava como ourives em Portugal. Antônio faleceu no Brasil anos depois, envenenado com o ácido utilizado para banhar ouro e prata. Ainda adolescente Arthur Vieira trabalhou em joalheria de grande porte no Rio de Janeiro, de onde, aos 19 anos, trouxe ideias e experiências para Juiz de Fora, a fim de realizar o seu sonho de fundar sua própria joalheria. Em 1912, com sua mãe, Da. Albina, o jovem empreendedor abriu uma pequena loja na Rua Halfeld em frente ao Cine Palace, onde consertava joias, relógios, cravava brilhantes, pedras, gravava nomes e fazia monogramas até para bordados de enxovais de noivas, que na época inexistia modelos. Com esse pequeno negócio, Arthur atendia clientes de Juiz de Fora, Santos Dumont, Barbacena e de todos os fazendeiros da região, o que o tornou muito conhecido na Zona da Mata. Mais tarde, este pequeno negócio tornar-se-ia a Joalheria Meridiano. Em 1927, aos 35 anos de idade, dentre outras realizações em sua vida, começa a edificar a Galeria Pio X e também se casa com Ruth Martins Villela, nascida em 1906, oriunda de tradicional família mineira que não aprovava o matrimônio. Mas o jovem trabalhador obteve sucesso com o seu espírito empreendedor. Do casamento nasceram os sete filhos - Arthur Francisco, Nylton Fernando, Armando Luiz, José Augusto, Dirce Maria, Regina Maria e Albina Maria. Regina Maria faleceu com um ano de vida. Além da famosa galeria e da tradicional casa de joias, que posteriormente veio a pertencer a José Augusto. Arthur Vieira ainda construiu os edifícios União e Regina, localizados no centro da cidade.